Você está aqui: Página Inicial > Adm. Indireta > AGEVISA > Notícias > Outubro Rosa – Agevisa ressalta importância da prevenção contra todo e qualquer risco à saúde

Notícias

Outubro Rosa – Agevisa ressalta importância da prevenção contra todo e qualquer risco à saúde

Durante as atividades de encerramento das ações da Agência Estadual de Vigilância Sanitária relacionadas à campanha mundial denominada “Outubro Rosa”, a diretora geral da agência reguladora paraibana, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães ressaltou a importância da prevenção, não somente do câncer de mama, mas de todo e qualquer episódio que ponha em risco a saúde das pessoas.

Durante as atividades de encerramento das ações da Agência Estadual de Vigilância Sanitária relacionadas à campanha mundial denominada “Outubro Rosa”, a diretora geral da agência reguladora paraibana, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães ressaltou a importância da prevenção, não somente do câncer de mama, mas de todo e qualquer episódio que ponha em risco a saúde das pessoas.

Segundo ela, a Agevisa/PB, assim como todos os demais órgãos que integram o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), tem no caráter preventivo um importante instrumento de promoção e proteção da saúde das pessoas. Nesse sentido, ela disse que um dos principais mecanismos utilizados diz respeito a ações educativas consideradas tão essenciais quanto a própria atividade regulatória da autarquia estadual.

A natureza preventiva da Vigilância Sanitária, conforme Maria Eunice, está prevista na Lei Federal nº 8.080/1990 (Lei do SUS), que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, e sobre a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes.

Em seu art. 6º, parágrafo 1º e incisos I e II, a Lei nº 8.080/90 define a Vigilância Sanitária como “um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde, abrangendo: I - o controle de bens de consumo que, direta ou indiretamente, se relacionem com a saúde, compreendidas todas as etapas e processos, da produção ao consumo; e II - o controle da prestação de serviços que se relacionam direta ou indiretamente com a saúde”.

Por meio das ações educativas realizadas simultaneamente com as atividades regulatórias e administrativas, a Agevisa contribui para a oferta, aos vários segmentos da sociedade, de informações importantes capazes de fazer com que cada cidadão e cada cidadã possam ser agentes multiplicadores da consciência preventiva em todas as atividades de suas vidas.

“Durante todo o ‘Outubro Rosa’, o foco principal das ações educativas se referiu especialmente ao câncer de mama, doença extremamente perigosa que pode ser evitada ou (quando da sua ocorrência) curada, se diagnosticada precocemente. No entanto, não se esquecemos das demais ações preventivas igualmente imprescindíveis, como, por exemplo, da higiene das mãos, dos utensílios e dos lugares de armazenamento e de manipulação de alimentos, e também dos cuidados no momento da compra e do consumo de medicamentos e alimentos”, comentou Maria Eunice.

Ela acrescentou que a importância da prevenção não está somente na possibilidade de se evitar riscos à saúde humana, mas também nos benefícios econômicos que pode ser proporcionado a partir da diminuição da ocorrência de problemas de saúde que, se não evitados, são responsáveis pelo consumo de grande parte dos recursos públicos.

Tais recursos, segundo a diretora-geral da Agevisa, poderiam ser direcionados para outras importantes ações de interesse social se não fossem empregados no combate e/ou na cura de doenças que poderiam muito bem ser evitadas.

Voltar para o topo
Plataforma Padrão CODATA de Portais
Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone