Você está aqui: Página Inicial > Adm. Indireta > AGEVISA > Notícias > Agevisa ressalta importância do diagnóstico precoce no combate ao câncer de mama

Notícias

Agevisa ressalta importância do diagnóstico precoce no combate ao câncer de mama

Como parte da Campanha Outubro Rosa – movimento surgido nos Estados Unidos (na década de 90) com a finalidade de alertar as pessoas (especialmente as mulheres) para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, o Momento Agevisa, que esteve fora do ar por algumas semanas em face das proibições impostas pela Legislação Eleitoral brasileira, destacou, em sua edição de retorno, uma questão importante relacionada aos cuidados com a saúde feminina: o medo que muitas mulheres têm de fazer o exame da mama, o qual está relacionado à possibilidade de se obter, ou não, um diagnóstico positivo da ocorrência de câncer.

Após algumas semanas fora do ar, em face das proibições impostas pela Legislação Eleitoral brasileira, o informativo Momento Agevisa está de volta nas manhãs das quintas-feiras, dentro da programação do Jornal Estadual da Rádio Tabajara (AM-1110 e FM-105.5), entre as 06h30 e 07h.

Como parte da Campanha Outubro Rosa – movimento surgido nos Estados Unidos (na década de 90) com a finalidade de alertar as pessoas (especialmente as mulheres) para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, o informativo radiofônico destacou, em sua edição de retorno, uma questão importante relacionada aos cuidados com a saúde feminina: o medo que muitas mulheres têm de fazer o exame da mama, o qual está relacionado à possibilidade de se obter, ou não, um diagnóstico positivo da ocorrência de câncer.

Tal receio funciona como fato complicador nos casos de mulheres que apresentem o problema e que, por não fazerem o exame em tempo hábil, acabam descobrindo a doença em estágio já avançado, tendo que se submeterem a complicações que poderiam ter sido evitadas se o problema tivesse sido diagnosticado precocemente. Em matéria jornalística veiculada na Imprensa estadual, a chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Secretaria de Estado da Saúde, Fátima Moraes, chamou a atenção também para os casos de mulheres que fazem o exame e nunca vão buscar os resultados simplesmente por terem medo do diagnóstico.

Para a diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães, este receio não tem sentido, e as mulheres, assim como os homens, devem entender que o diagnóstico precoce de toda e qualquer doença é importante porque aumenta as chances de cura. Maria Eunice enfatizou ainda que a detecção tardia de doenças (especialmente de casos mais complexos, como o câncer de mama ou do colo do útero), além de tornar mais complicado o tratamento, ainda pode inviabilizar a cura e, por consequência, levar os pacientes à morte.

Dentro da Campanha Outubro Rosa 2018, a Agevisa/PB vem orientando e incentivando as mulheres paraibanas a procurarem as Unidades de Saúde para realizarem os vários exames disponibilizados, com destaque para a mamografia, em face da importância da mesma para a prevenção do câncer de mama por meio da detecção precoce.

Este trabalho, conforme a diretora-técnica de Ciência e Tecnologia Médica e Correlatos da Agência reguladora, Helena Teixeira de Lima Barbosa, envolve todos os órgãos diretamente ligados à estrutura comandada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES/PB), que durante todo o mês de outubro disponibilizou mamografias em livre demanda nos Serviços de Referência. Neste período, as mulheres que tiveram o exame solicitado por seus médicos puderam ir diretamente aos Serviços de Referência sem precisar passar pela regulação municipal.

Na Paraíba, segundo Helena Lima, o Serviço de Referência para a detecção precoce do câncer de mama e do colo do útero é o Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer, que fica localizado na Avenida Duarte da Silveira, nº 590, no Centro de João Pessoa/PB, podendo ser contatado pelo telefone (83) 3218-5369. O CEDC conta ainda (em sua estrutura) com os Laboratórios de Citopatologia e de Anatomia Patológica, o que permite que as mulheres já saiam de lá com os resultados dos diagnósticos em mãos.

“No Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer as mulheres encontram desde a consulta médica especializada, com ginecologista e mastologista, até os exames que são necessários para o diagnóstico precoce do câncer, dentre os quais a ultrassonografia, a mamografia, a punção aspirativa por agulha fina e a biópsia de mama”, informou a diretora-técnica.

Além do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC), a mamografia também pode ser feita gratuitamente nos Hospitais Napoleão Laureano e São Vicente de Paulo, e ainda na Diagson (Diagnóstico Médico por Imagem) e na Radiomed (Diagnóstico Médico por Imagem).

Voltar para o topo
Plataforma Padrão CODATA de Portais
Desenvolvido com o CMS de código aberto Plone